O dia em que Inês Brasil concorreu ao Grammy Awards americano... mas, calma!


Em 2015, a página do evento da indústria musical no mundo, revelou pelo Facebook que os indicados seriam divulgados na semana seguinte e lançaram a pergunta: “Quem você acha que será nomeado?”.


Não teve outra oportunidade. Os brasileiros que já não gostam de causar, criaram a frase “INÊS BRASIL BEST BE NOMINATED”. O pequeno texto foi um dos comentários mais curtidos da publicação, seguidos por vários outros que colocavam a cantora, dançarina e candidata ao BBB, Inês Brasil, no topo das indicações ao prêmio em 2016.


Depois de toda essa repercussão, Inês foi parar no site oficial do Grammy. Antes de ser removida, ela chegou a alcançar o primeiro lugar na votação do Grammy Amplifier, com mais de 75 mil audições. Após isso, os brasileiros foram bloqueados da página do Grammy no Facebook.

A página Grammy Amplifier, para esclarecer melhor, tinha o objetivo importante de divulgar novos artistas. Se o artista fosse um dos 25 mais compartilhados do site, ele poderia ser um dos três selecionados para ganhar uma sessão com um produtor ganhador do Grammy, um clipe gravado por um diretor famoso ou a chance de abrir o show de uma grande turnê ou festival.


O perfil de Inês Brasil foi tirado do ar, porém, outros artistas brasileiros como Wanessa, Anitta e Valesca também participaram do concurso e permaneceram até o final.

Depois de movimentar o site oficial do Grammy, Inês Brasil finalmente conquistou um prêmio. A brincadeira, promovida pela boateVictoriaHaus, em Brasília, contou com show da “musa” e até mesmo entrega de troféu. Nomeada “Make love com Inês Brasil”, a festa levou um grande público à casa noturna se tornando o comentário das redes sociais.


243 visualizações0 comentário